Saiba um pouco sobre as colônias espirituais

Como lidar com as ofensas?
26 de dezembro de 2017
Crianças no mundo espiritual
28 de dezembro de 2017

Saiba um pouco sobre as colônias espirituais


É curiosidade de muitos que acreditam na vida após a morte, querer descobrir o destino dos espíritos.

Muitos se perguntam sobre a existência do céu, o paraíso para aqueles que seguiram Deus, porém o conceito de céu atribuído principalmente na idade média, usado como forma de disciplinar a sociedade, não existe.

Na erraticidade temos o que chamamos de colônias ou cidades espirituais. Suas descrições são encontradas nas literaturas espíritas, desde a pergunta da existência de um mundo que abrigasse espíritos errantes, em O Livro dos Espíritos até descrições e detalhes das atividades dessas colônias no livro Nosso Lar.

Essas colônias se encontram acima do território geológico físico do planeta, como o exemplo da colônia de Nosso Lar, que André Luiz conta ficar elevada sobre a cidade do Rio de Janeiro. São elas cidades no plano espiritual onde nosso perispírito, uma espécie de abrigo semimaterial ao espírito, consegue habitar após seu desencarne.

A função dessas cidades vai mais além de nos abrigar, ela cumpre papel importante na continuidade de de nossa evolução. Lá somos curados nos hospitais espirituais, aprendemos diversos estudos, em áreas como filosofia e ciência, e também reencontramos entes queridos e somos preparados para mais uma encarnação.

Nossa ida para uma das centenas de colônias no planeta depende primeiro da nossa vibração positiva e se estaremos em boa sintonia, em seguida o seu nível de evolução e a sua afinidade com determinada colônia que pode ser por meio de seu espírito protetor, ou dos trabalhos que ela oferece ao plano espiritual. Portanto temos a certeza da continuidade de nossa existência e de um local de luz preparado para nos receber  e trabalharmos para a espiritualidade e a nossa evolução.

Fontes: Livro dos Espíritos, de Allan Kardec- Pergunta 234.  institutochicoxavierwordpress;

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Repensar: Colônias Espirituais

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
//]]>