Como se livrar de um obsessor?

Novo filme da Disney traz temática espiritualista
16 de dezembro de 2017
Como deve agir um espírita?
20 de dezembro de 2017

Como se livrar de um obsessor?


Kardec assim orienta: a obsessão é uma influência de um espírito desencarnado, malévolo, sobre um encarnado que pode ocorrer também entre encarnado para encarnado e encarnado para desencarnado.

A faculdade mediúnica é para os obsessores apenas um meio de se manifestarem; na sua falta, tentarão outras maneiras para perturbar. Eles conseguem exercer influência sobre certas pessoas e podem se prender àqueles com que têm forma de pensar semelhante naquele momento da sua vida.

Existem médiuns que são perseguidos e passam a agir de maneira grosseira e até obscena, ficam alheios a qualquer raciocínio; quando criticados se melindram e fazem teimar com aqueles que não partilham da sua atenção. De acordo com a doutrina espírita, devemos repelir o obsessor da mesma maneira que fechamos nossa casa aos importunos.

Mesmo as melhores pessoas podem em algum momento ter problemas com os obsessores, mas não há pior cego do que aquele que não quer ver, e ninguém pode curar um doente que se obstina em conservar sua doença e nela se compraz. A grande maioria dos obsediados está semi-inconsciente (98%) enquanto que poucos ficam inconscientes (2%) ou seja, apesar da ação inoportuna existe a consciência do que está ocorrendo.

Para o espiritismo não existem médiuns “possuídos” por espíritos, mas sim a influência de espíritos obsessores simples, fascinados e subjugados.

Como evitar os obsessores?

Você já deve ter conhecido pessoas que só reclamam. Neste caso, o espiritismo orienta que devemos destruir esse domínio, colocando-se em guarda com seu anjo, a ponto de a ação do obsessor sucumbir.

Por melhor que seja o caráter de alguém, os motivos da obsessão variam, mas sua única intenção é o desejo de fazer o mal; como sofrem, querem fazer os outros sofrerem; sentem prazer em atormentar o médium e os mais próximos. Esses espíritos agem por ódio e inveja do bem; é por isso que atormentam as pessoas mais honestas.

Nós somos como antenas, captamos e enviamos sinais. A depender de como estamos sintonizados, captamos sinais de elevação, ou sinais de depressão e tristeza, e ainda estamos sintonizados com os obsessores.

O que precisamos fazer é mudar a SINTONIA da nossa antena, para que, ao invés de conectados com os obsessores, estejamos conectados com as esferas superiores

Como fazemos isso?

De diversas formas, na prática, mas resumindo é basicamente orar e vigiar.

Orar eleva tua sintonia. Vigiar é prestar atenção em teus pensamentos e tuas ações, você está cercado de coisas que te ajudam a pensar e fazer o bem? Os seus pensamentos e atitudes te levam a coisas produtivas? O que você assiste/ouve são coisas produtivas? você faz evangelho no lar?

Quando você vigiar essas possibilidades e começar a agir, sua sintonia vai mudando, e acabando com a influência dos obsessores.

(Fonte: Terra)

Para saber mais sobre o assunto, assista:

Obsessores – Mediunidade Hoje

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
//]]>